Notícias

Mulher de 22 anos é estuprada durante assalto em Caraí

16 de Jan de 2019 | 10:00h

De acordo com a vítima, quatro bandidos encapuzados participaram do crime. Eles fugiram levando armas e munições.

Fonte: Gazeta de Araçuai

Foto: ilustrativa
A Polícia prendeu um suspeito e apreendeu um menor de 17 anos.
Um adolescente de 17 anos foi apreendido e um homem de 32 anos foi preso , na segunda-feira, 6  de junho/2016, na cidade de Caraí, no Vale do Jequitinhonha.   Eles são suspeitos de participar de um assalto,  juntamente  com mais dois elementos que estão foragidos. O crime ocorreu na região de Córrego do Marambaia.   Durante o assalto, um deles estuprou uma mulher de 22 anos, funcionária da fazenda.   Muito abalada, ela afirmou que quando o homem tentou violentá-la, ela disse que estava menstruada. Ele então a obrigou a mostrar suas partes íntimas e ao constatar que ela falava a verdade, ele consumou a penetração anal. Duas crianças, filhas da mulher, estavam na casa.   De acordo com a vítima, o grupo chegou á fazenda por volta das 7 da noite. Todos estavam armados e encapuzados, segundo ela.   A mulher  disse à polícia que após ser violentada, um dos assaltantes pegou um frasco de perfume dela e a obrigou  a fornecer a chave da casa da sede da fazenda.   Após revistarem um dos cômodos,  ele encontraram uma espingarda calibre .12, um revólver calibre  .38, trezentas munições calibre  22, uma carabina tipo rifle calibre. 22, uma espingarda de ar comprimido, um litro de uísque e outro de vinho.   A vítima confirmou que  eles colocaram as armas e os objetos dentro de uma bolsa e fugiram do local,  efetuando vários disparos.   O proprietário da fazenda disse que as  armas pertencem ao pai dele  e que não sabia da localização dos documentos.Todas continham número de série.   O companheiro da vítima disse que um filho dele,  de 17 anos, já havia trabalhado na fazenda e acabou sendo dispensado . Ele  informou que o adolescente sabia em qual local as armas estavam guardadas e que certamente, passou informações a terceiros.   Diante da informação,  a PM  foi até à casa onde estava  o menor. Após ser  questionado, ele  negou  participação no crime,  mas  contou que por volta das 19h daquela segunda-feira, quatro homens, usando duas motocicletas, passaram em frente à casa dele, localizada no Córrego dos Ribeiros,  sendo uma moto CB-300 de cor amarela, e a outra, uma Honda CG-125 de cor preta e sem os faróis. Após cerca de  40 minutos, ele viu  os elementos retornarem.   Ele disse ainda que um dos homens  que estava como passageiro, carregava uma bolsa contendo materiais com aparência de ser arma de fogo de cano longo.   Diante das informações,  os policiais se deslocaram até ao local indicado pelo menor. Ao chegarem na referida casa, eles avistaram a motocicleta CB-300 estacionada . Um outro adolescente, também de 17 anos,  foi abordado mas, negou  envolvimento nos fatos.   Após buscas no interior da residência foi encontrado o citado perfume roubado da mulher que havia sido estuprada.   Novamente questionado quanto à sua participação, o menor confessou que no final da tarde havia   emprestado sua moto a um indivíduo conhecido por “Paulista” e que, por volta das 20 horas,  este devolveu-lhe o veículo e deu-lhe um perfume em forma de agradecimento.   A Polícia foi à casa do indivíduo conhecido por “Paulista”. Ele foi  identificado como sendo ANDERSON RAMALHO DA SILVA, 32 anos.   Durante buscas no interior da casa dele foram encontrados um litro de uísque e outro de vinho e  uma toca ninja de cor preta.   Paulista se defendeu , afirmando que  havia comprado tais bebidas na mão de um usuário de drogas que ele  não recordava o nome.   O proprietário da fazenda, reconheceu  as bebidas como sendo da propriedade dele, bem como as armas e as munições.   Durante a ocorrência, os militares foram informados que dois indivíduos conhecidos por “CEARÁ” e “ZECA” também participaram  do roubo e ao perceberem a presença da polícia,  fugiram por um  matagal. Eles são suspeitos  de praticar diversos roubos na região.   Anderson Ramalho e o menor foram conduzidos a Delegacia de Polícia Civil de Teófilo Otoni, juntamente  com as armas, munições,  R$ 320,00 em dinheiro e demais objetos.   O veículo motocicleta CB-300 foi apreendido e guinchado para o depósito conveniado.   O homem continua preso e o caso está sendo conduzido pela polícia civil.   Gazeta de Araçuai


Voltar as notícias